Motos Yamaha 2020 – preços e financiamento

Você que deseja adquirir uma motocicleta Yamaha ou tem curiosidade em conhecer um pouco da história da empresa, chegou ao lugar certo.

Neste artigo você vai ver as principais motos Yamaha 2020, conferir os preços, dicas de como financiar e, no decorrer do artigo, conhecer algumas curiosidades da história da Yamaha.

A grande novidade da Yamaha em 2020 é a remodelagem da Lander, a offroad de 250 cilindradas da marca japonesa. O design está mais moderno e ganhou freios ABS de série, tomando o lugar da Ténéré 250, que saiu de linha.
Porém, a linha Ténéré ganhou a 700 cilindradas, modelo bastante esperado para viajantes de longas distâncias e aventureiros mais ousados.
O motor da Ténéré 700 é o mesmo da Yamaha MT-07. Vale lembrar que o modelo não chega em 2019 no Brasil, devendo ficar para 2020 o lançamento da Ténéré 700 por aqui.

Você sabia?

A Yamaha foi fundada em 1887 e até a Segunda Guerra Mundial fabricava apenas instrumentos musicais. Somente em 1954 a companhia produziu sua primeira motocicleta, a YA-1. O modelo ficou conhecido como “libélula vermelha”, porque era esguia e rápida como o inseto e, logicamente, tinha a cor vermelha.
Você sabia: O nome da empresa só passou a ser Yamaha em 1987, cerca de 32 anos atrás e 100 anos após a fundação. O nome original da companhia era Nippon Gakki Co.

Preços das Motos Yamaha 2020 no Brasil

Na categoria Street até 300 cilindradas, temos:
  • Crypton 115 cc preço: R$ 6.480
  • Factor 125 cc preço: R$ 7.390
  • Factor 150 cc preço: R$ 7.990
  • Fazer 150 cc preço: R$ 10.290
  • Fazer 250 cc preço: R$ 15.290
  • MT-03 300 cc preço: R$ 21.550
 Já a categoria Trail ou Offroad, até 300 cilindradas, temos
os seguintes valores:
  • XTZ 125 cc E – R$ 8.800
  • XTZ 125 cc X – R$ 8.960
  • XTZ 150 cc Crosser – R$ 11.290
  • XTZ 250 cc Lander – R$ 15.290
  • XTZ 250 Ténéré – R$ 16.190
Esses são os modelos mais buscados de motos Yamaha no Brasil em 2020. Mas há ainda as motos de alta cilindrada, que possuem um valor muito mais alto e difícil para financiamento. Se você precisa financiar Yamaha em 2020, veja como fazer isso logo abaixo.

Como financiar Yamaha 2020 facilmente

yamaha fazer 2020
Vamos abordar agora o que fazer para financiar uma moto corretamente, com maior facilidade e mais barato!
Se você ainda não conferiu o nosso post com Dicas de Financiamento de Moto, essa é a hora. 
Para financiar uma moto com facilidade, é importante observar alguns pontos:
  • Analise bem o custo x benefício entre o consórcio e o financiamento. Você pode esperar um pouco, o consórcio tem taxas mais baratas. Se tem urgência, parta pro financiamento.
  • Para financiar, compare preço nas diferentes lojas, negocie peças de mostruário e não deixe de analisar qual banco lhe oferece juros menores.
  • Dê uma entrada o mais alta possível. Se puder, ofereça parte no cartão de crédito e se esforce por alguns meses para pagar o cartão. Quanto menor o valor financiado, menos juros serão cobrados.
Outra curiosidade sobre a Yamaha é a vasta gama de produtos que a companhia trabalha. Sendo hoje a maior fabricante de instrumentos musicais do mundo, a empresa também trabalha com equipamentos para audiovisual, informática, eletrodomésticos, móveis, robôs industriais e até artigos esportivos!
E temos as motocicletas, é claro. A Yamaha domina o mercado de motos Offroad, com os modelos Ténéré e Lander, perdendo para a Honda na categoria City, com a linha CG.
A Yamaha também possui escolas de música espalhadas pelo mundo e fabrica motores para barcos.
Uma história e tanto, não? Esse artigo merece ser
compartilhado! É grátis e ajuda bastante o nosso trabalho. Que tal?

 

Fabricio von

Olá! Meu nome é Fabricio Von, sou o editor especialista em financiamento do Financiar Moto. Comecei este blog em 2011, quando percebi alguns amigos da faculdade querendo comprar uma moto, mas não encontravam uma fonte confiável e imparcial com informações sobre financiamento, e é isto que busco trazer aqui no Financiar Moto. Você tem alguma dúvida? Envie uma mensagem e irei te ajudar.

Deixe uma resposta